Departamento de Psicologia faz avaliação neuropsicológica gratuita para portadoras da Síndrome de Turner

Crianças e adolescentes do sexo feminino com diagnóstico ou suspeita da Síndrome de Turner (ST) podem se submeter a avaliação neuropsicológica no Laboratório de Neuropsicologia do Desenvolvimento da UFMG, localizado na sala 2016 do Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich), no campus Pampulha.

Segundo os coordenadores do laboratório, a Síndrome de Turner é uma condição que afeta apenas mulheres. Ela é identificada por uma diferença na constituição genética das pacientes. A maioria das mulheres possuem dois cromossomos X (cromossomo sexual feminino) completos. A síndrome é causada pela ausência completa ou parcial do segundo cromossomo X em algumas ou em todas as células do corpo.

Durante a avaliação, é traçado o perfil cognitivo do paciente, observando suas potencialidades e dificuldades. São avaliadas inteligência, memória, coordenação motora, linguagem e habilidades visuoespaciais e matemáticas.

Com objetivo de investigar o perfil neuropsicológico dessa síndrome e oferecer relatório de avaliação neuropsicológica, além de aconselhamento para as famílias, a avaliação é gratuita e aberta ao público.

Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (31) 3409-6295 e marcar horário para a avaliação. As pacientes previamente diagnosticadas devem comparecer ao laboratório portando exame sanguíneo de cariótipo. Já as pessoas com suspeita da síndrome podem solicitar a avaliação genética no próprio local.

O projeto é coordenado pelo neurologista Vitor Haase, também professor do Departamento de Psicologia, e pela geneticista Maria Raquel Carvalho, professora do Departamento de Biologia Geral do Instituto de Ciências Biológicas. Mais informações sobre a síndrome podem ser obtidas no blog do laboratório.

Fonte UFMG

Anúncios