A Experiência do Parto e a Síndrome de Down – Ana Cristina

Fonte Trocando fraldas 

Ana Cristina deu a luz e na hora do parto a desconfiança que o médico teve se confirmou com um exame, e como lidar com uma situação em que não se está preparado para receber?

A Experiência do Meu Parto e a Síndrome de Down   Ana Cristina

Minha gravidez foi muito tranquila e normal como qualquer gravidez. Os médicos nos exames que fiz não descobriram nada de diferente. Completei os 9 meses certinho e quando fui dar a luz correu tudo bem. Tive parto normal mas quando o bebê nasceu o medico viu aquele olhinhos puxados como de chinês kkk e desconfiou que Pietro tinha síndrome de down.

Ate ai ninguém me disse nada pois eles não haviam certeza e não queria me deixar aflita. Quando meu marido chegou no hospital eles quiseram falar com ele dizer da suspeita que tinham, que iam tirar sangue de Pietro para fazer o mapa genético para tirar a dúvida. Eu como mãe desconfiei, pois meu marido se transformou, ficou triste abatido, perguntei o que havia acontecido mais ele não queria me dizer mas depois me disse. Nosso mundo caiu choramos ,pensamos mil coisas. Quando chegou o resultado deu positivo e Pietro era uma criança com síndrome de down.

Foi 1 mês de tristeza, de choro e de porquês. Mas não por Pietro e sim porque nos não conhecíamos essa síndrome. Não sabíamos o que era. Mais com o passar do tempo, lemos livros, revistas tudo pra saber da síndrome e devagarzinho fomos entendendo que não era esse bicho de 7 cabeças que as pessoas, falam e entendem.
Nosso filho e a coisa mais especial que poderia ter acontecida nas nossas vida, sou mãe com M maiúsculo.

Anúncios