Dislexia: aprendizagem online

Aprendizagem Online

Conhecimentos básicos para professores 

Dislexia: como identificar e o que fazer / Fonte Dislexia Brasil

“Aprendizagem online” é um protótipo gratuito de curso online, criado a partir da versão piloto original francesa desenvolvida pela Dyslexia International, autorizada pelo Ministério de Educação Superior, da Pesquisa Científica e das Relações Internacionais da comunidade francófona belga.

Objetivos da Dyslexia Internacional

  • Tornar disponível a educação adequada e gratuita para todos.
  • Garantir oportunidades iguais para pessoas que lutam contra dificuldades de leitura e escrita.

Estratégia da Dyslexia Internacional

Com líderes especializados, colegas e associados em todas as partes do mundo, a Dyslexia International

  • abre canais para comunicações entre pesquisadores, autoridades em educação e grupos de apoios locais;
  • cria e promove programas de aprendizagem online gratuitos e fontes abertas de educação para que pessoas com dislexia possam se tornar letradas, desenvolvam seus talentos e possam se integrar na sociedade.

Integração

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO PARA O PORTUGUÊS BRASILEIRO

A dislexiabrasil é uma tradução e adaptação do site “Online learning. Basics for teachers – Dyslexia: Identification and What to do”, desenvolvido por Dr. Vincent Goetry Dyslexia International, em Março 2010. Apoio: Fundação Rei Baudouin e Loteria Nacional da Bélgica.

Coordenação

Dra. Ângela Maria Vieira Pinheiro

Pesquisadoras

Dra. Ângela Maria Vieira Pinheiro e  Dra. Leonor Scliar-Cabral

Revisão

 Léa Dutra Costa

Web Site

 Via 360° & Sim Websites

.

APOIO

                      

PARCERIA

Agradecimentos

Agradecemos calorosamente a todos que possibilitaram a realização deste projeto, em especial a Humberto Lodder-Lisboa e Paula Sampaio, alunos do Curso de Psicologia da UFMG, que participaram da fase inicial do projeto, como tradutores; e às colegas, Ana Luiza Gomes Pinto Navas, Professora adjunto do Curso de Fonoaudiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e Euzi Rodrigues Morais, Professora Titular aposentada pela Universidade Federal do Espírito Santo, pela cuidadosa tradução de parte dos materiais contidos nesse curso. Agradecemos também a fonoaudióloga Luciana Mendonça Alves, docente do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix, por sua colaboração na escolha de materiais ilustrativos sobre crianças disléxicas; e finalmente a Renata Gines Safon Therezo e Irene Negreiros, gerentes do presente Projeto no Instituto ABCD e a Débora Fernandes Vieira, Fernanda Miserani Souto e Ana Luiza Galliac, analistas do mesmo projeto na FUNDEP, UFMG.

Anúncios