Manifestação em São Paulo pelo cumprimento dos direitos das pessoas com deficiência

Apoiado por diversas instituições de São Paulo, pessoas com deficiência, familiares e amigos, o protesto acontece dia 7 de agosto, às 14h, no Viaduto do Chá, região central da capital paulista

Em meio às diversas manifestações que estão acontecendo por todo país com a mobilização de milhões de brasileiros, as pessoas com deficiência, familiares e entidades filantrópicas preparam o Manifesto Paulista pelos Direitos das Pessoas com Deficiência protesto no próximo dia 07 de agosto (quarta-feira) às 14h, no Viaduto do Chá, centro de São Paulo. O objetivo é reivindicar o cumprimento da Constituição sobre os direitos que são desrespeitados e causam um retrocesso no processo de inclusão.

Entre as reivindicações do protesto estão: garantir que o Novo Plano Nacional de Educação, em curso no Poder Legislativo, assegure o direito à educação de qualidade para estudantes com diferentes tipos de deficiência como, por exemplo, braille, Libras (Língua Brasileira de Sinais) e opção de educação especial e inclusiva; estratégias de acessibilidade pela cidade que garantam o direito fundamental de ir e vir, como calçadas seguras e transitáveis, sinais sonoros e pisos táteis; cumprimento da Lei de Cotas que assegura o acesso ao mercado de trabalho, além do acesso às tecnologias disponíveis.

Apoiam o movimento e convidam outras entidades a participar e, assim, unir forças em prol do mesmo objetivo, organizações como APAE DE SÃO PAULO; Avape – Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência; Fundação Dorina Nowill para Cegos; Laramara – Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual; Nurap – O Núcleo de Aprendizagem Profissional; e ONCB – Organização Nacional dos Cegos do Brasil.

Para o grupo, uma das discussões que vai nortear o encontro é o protesto a favor da criação de projetos públicos e privados para maior acessibilidade na cidade. “Sem dúvida esse encontro é um marco e deve sensibilizar não somente o setor público, bom como toda a sociedade. A participação de outras atividades é vital para conseguirmos alcançar nossas metas de inclusão da pessoa com deficiência, seja nos meios de transporte, mercado de trabalho, universidade e outros serviços básicos”, afirma Carlos Ferrari, dirigente da ONCB.

Para mais informações, acompanhe notícias sobre a manifestação pela páginawww.facebook.com/movimentopcd.

Instituições que apoiam o Manifesto Paulista pelos Direitos das Pessoas com Deficiência

APAE DE SÃO PAULO – Associação de Pais Amigos dos Excepcionais de São Paulo

Avape – Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência

Fundação Dorina Nowill para Cegos

Laramara – Associção Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual

Nurap – O Núcleo de Aprendizagem Profissional

ONCB – Organização Nacional dos Cegos do Brasil

fundacaodorina.org.br

(11) 5087-0999

Anúncios