Professor paranaense desenvolve “mouse” para aluna com paralisia cerebral


Michele Aparecida Peixoto frequenta as aulas do 3º ano do curso,  no Colégio São Vicente de Paula,  com dificuldades para utilizar um mouse convencional, o professor pesquisou equipamentos para substituir , mas constatou que o custo era muito alto.

“Pensei em fazer algo semelhante de baixo custo e compatível com a estrutura dos laboratórios do colégio”, explicou o professor.

Na construção do mouse foram usados pedais de máquina de costura, caixa de madeira, peças de impressoras, rolamentos de bicicleta, mouses antigos, pedaço de borracha para descanso da mão e fios usados de fontes de alimentação de computadores. Depois de 15 horas de trabalho e dedicação, o dispositivo ficou pronto.

O novo acessório foi uma surpresa para a aluna.

“Tenho dificuldades para usar o mouse e perdia muito tempo nas aulas. Agora ficou mais rápido, e consigo fazer mais rápido as atividades”, comentou Michele.

“Com essa peça ela conseguiu melhorar sua integração com a sociedade e com o mundo digital”, disse o professor que ainda pretende construir um teclado adaptável.

TECNOLOGIA ASSISTIVA

Tecnologia Assistiva são recursos e serviços destinados às pessoas com deficiência para melhorar sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social. Na educação, ela serve para apoiar, complementar e suplementar a interação de alunos com deficiência.

O seu uso nas escolas promove a acessibilidade e a participação do aluno no processo de ensino e aprendizagem no sentido de construir e ampliar a via de expressão e compreensão da pessoa com deficiência.
A Secretaria de Estado da educação oferece recursos humanos e tecnológicos como o professor de apoio à comunicação alternativa e equipamentos acessíveis como o teclado e mouse adaptados bem como softwares.

Caso algum aluno precise, a equipe pedagógica das escolas devem identificar a necessidade dele e o diretor da escola encaminhar ofício solicitando o serviço ou apoio (recursos humanos e/ou tecnologia assistiva) para a Secretaria.

Das 1.617 salas de recursos mantidas pela Secretaria, cerca de 30% já receberam recursos como computadores com itens de acessibilidade. Existe também convênio com o Programa Escola Acessível do Governo Federal que encaminha recursos diretamente à Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) das escolas para a aquisição da tecnologia.

Anúncios