Projeto i-surdo abre seleção em Aracaju

Fonte Infonet

As inscrições devem ser feitas na Sociedade Semear

Estão abertas até o dia 30 de agosto as inscrições para o preenchimento de 20 vagas no projeto “i-surdo”, que será desenvolvido pela Sociedade Semear, com o apoio do Instituto Oi Futuro, através do Programa Novos Brasis. O projeto tem por objetivo a inserção social de jovens com deficiência auditiva através da construção e desenvolvimento de um Portal, auxiliados pelas tecnologias da informação e comunicação, com ênfase na cidadania.
As inscrições devem ser feitas na Sociedade Semear, localizada na Rua Leonardo Leite (antiga Vila Cristina), 148, Bairro São José, na cidade de Aracaju/SE, no horário das 08 às 18 horas.

Para se inscrever o candidato deverá atender aos seguintes pré-requisitos:
a) Ser deficiente auditivo;
b) Ter capacitação em informática básica.
c) Estar na universidade ou que esteja cursando ou concluído o ensino médio.

No ato da inscrição o candidato deverá apresentar cópia dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, Comprovante de Residência, Comprovante de Escolaridade.

Após a inscrição os candidatos serão convocados para uma entrevista individual com a equipe de seleção do projeto, que irá analisar a aptidão para a vaga, no período de 02 a 05 de setembro. O resultado será divulgado no dia 06/09/2003 no Portal da Sociedade Semear.

O projeto

O projeto “i-surdo” tem como objetivo fomentar e consolidar a cultura surda no estado de Sergipe, através das novas tecnologias da informação e comunicação (TIC´s), permitindo sua inserção no mercado de trabalho e o seu reconhecimento como portador de direitos, ou seja, criar um espaço de Inclusão, Interação e Informação voltado aos surdos no estado de Sergipe e, por conseguinte do Brasil, contribuindo com a base do aprendizado multidisciplinar, agregando e disseminando os valores culturais, sociais e políticos pertinentes a este grupo.

O Projeto “i-surdo” terá duração de 14 meses e oferecerá as seguintes atividades: capacitação no uso das novas tecnologias, criação de um portal Web e re(criar) uma associação formada pelos participantes, tornando-os protagonistas e conscientes dos seus direitos e deveres.

Anúncios