Ação de morador corrige erro da prefeitura de BH: calçada livre para pessoa com deficiência visual

1209432_527058390682506_110535218_n

A calçada após a ação do morador, que fez várias sugestões ao síndico do prédio e aos responsáveis pela obra

O leitor e colaborador sempre presente em Tudo Bem Ser Diferente, Celeno Ivanovo, adotou diversas pequenas atitudes que tiveram um grande resultado. Uma obra em uma calçada na zona Sul de Belo Horizonte provocava transtornos para pessoas com deficiência visual. Seria bem provável que a pessoa bateria de frente ou cairia em uma jardineira na calçada. Vejam o relato dele.

“A prefeitura de BH está obrigando a reforma das calçadas, com guias para deficientes visuais. Mas, pra variar, é tudo feito toscamente. Em vez de terem um plano master, com os desenhos de todas as calçadas, ela manda um esquema de como deve ser. Ou seja, cada um faz o seu, e o resultado geral fica ao deus-dará. Como é que um deficiente visual se orienta com uma situação dessas?”

1098030_520313778023634_966310918_n

A calçada como era

“CONSERTARAM, CORRIGIRAM!!!
Postei aqui antes que estava errado, reclamei , chamei o gerente da padaria e o síndico do prédio ao lado e liguei pra Prefeitura.
Falei pro gerente e pro síndico: fechem os olhos e sintam a textura nos pés. E andem de olhos fechados: vocês vão cair na jardineira. É isso que desejam para os outros?
Consertaram. Agora a pessoa sem visão não baterá mais no muro.
Eu francamente acho, e com muita força, que grande parte dos nossos problemas urbanos é porque o brasileiro é estilo deixa-pra-lá. A grande maioria das pessoas sente-se mal com muita coisa ruim nas nossas cidades, mas não pleiteia, não procura soluções, não ajuda a arrumar a própria casa. Já postei antes: o brasileiro precisa começar a entender que sua casa não é só da soleira pra dentro.
Uma consciência mais cidadã e uma postura mais ativa iriam consertar muita coisa nesse brasilzão”.

Anúncios