Educação inclusiva – Experiências de secretarias e escolas podem valer prêmios

Fonte Planeta Universitário

Prêmio Experiências Educacionais Inclusivas – A escola aprendendo com as diferenças recebe inscrições até 12 de outubro, pela internet. O foco da terceira edição é a educação infantil. As secretarias de educação de estados, municípios e do Distrito Federal devem apresentar trabalhos sobre a gestão, a organização e oferta em suas redes e as escolas públicas, experiências sobre a construção do projeto político pedagógico e do desenvolvimento de práticas inclusivas.


Martinha Clarete Dutra dos Santos, diretora de políticas de educação especial da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), explica que o ministério vai estudar cada experiência desenvolvida pelas redes e escolas para premiar e depois compartilhar com o país todo. O prêmio é uma oportunidade para que as redes e as escolas mostrem e como estão fazendo a educação inclusiva, diz a diretora.

Na terceira edição, o Prêmio Experiência Educacionais Inclusivas vai selecionar seis trabalhos, sendo três de secretarias de educação e três de escolas. Dará menção honrosa para um curso de formação inicial ou continuada de professores que se destaque pela abordagem da educação infantil inclusiva.

Prêmios – Para experiências em gestão, organização e oferta de educação infantil inclusiva nas suas redes, as secretarias de educação concorrem a três prêmios. Para o primeiro colocado, visita de intercâmbio para conhecer uma experiência internacional na área. O destino deve ser a Itália ou a Espanha. Os prêmios são passagem, alimentação e hospedagem durante sete dias para dois representantes da secretaria, além de troféu e diploma, e publicação do trabalho pelo Ministério da Educação e Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

O segundo e o terceiro lugares farão visitas de intercâmbio para conhecer experiências brasileiras. Receberão passagens e terão custeadas a hospedagem e alimentação durante quatro dias para dois representantes da secretaria de educação. Troféu, diploma e divulgação do relato pelo MEC e OEI também fazem parte do prêmio.

Para as escolas, tem prêmio em dinheiro, visita de intercâmbio para conhecer uma experiência nacional na categoria, troféu e diploma. O primeiro lugar receberá R$ 10 mil; o segundo, R$ 8 mil, e o terceiro, R$ 6 mil. O curso melhor avaliado pela comissão julgadora receberá menção honrosa, troféu, diploma e terá a divulgação de artigo sobre o curso de formação feita pelo MEC e OEI.

Obtenha regulamento, edital, contatos e informações na página do prêmio

Anúncios