Com deficiência mental, garoto marca ponto no futebol americano após ideia de colegas

Fonte: Hoje em Dia

Reprodução/Youtube
Com deficiência mental, garoto marca ponto no futebol americano após ideia de colegas

 

Cansado de ler sobre notícias ruins, assassinatos, roubos, corrupção? Esta escola norte-americana o deu um exemplo que o mundo ainda tem salvação e as boas ações proliferam. Sem o conhecimento dos técnicos, os jogadores do time de futebol americano da escola Olivet, em Michigan, nos Estados Unidos, bolaram uma jogada especial para um aluno da escola que, por ter deficiência mental, nunca participou de nenhum esporte.

Aos 37 segundos, Sheridan Hedrick se livra da marcação e poderia marcar o touchdown facilmente, mas prefere parar a poucos centimetros da endzone, deixando os torcedores confusos. Na próxima jogada, contudo, Keith orr entrou em campo e, cercado pelos seus colegas de time, que o protegeram de qualquer contato mais forte, marcou o primeiro ponto da sua vida. O lance foi batizado de “Keith Special”. O touchdown acontece ao 1min27s de vídeo.

Questionado pela reportagem sobre a sensação de marcar um touchdown, Orr revelou toda sua excitação em uma palavra: “Fantástica”! No vídeo, em inglês, os jogadores revelam que os treinadores não sabiam do lance e a intenção era fazer o dia de um amigo mais feliz..

“Queríamos provar que ele é parte do nosso time e significa muito para nós”, disse um dos atletas.

Os pais de Orr revelaram toda a empolgação com o fato.

“Ele marcou um touchdown?”, questionou-se Carrie Orr da reação que teve no momento da jogada.

“Eu fiquei muito feliz com o que aconteceu, mas olha que estes garotos mostraram para a comunidade? Isso que me deixou mais empolgada. Eles o suportam, e Keith sabe disso”, completou.

Anúncios