Inclusão a partir da positividade, por Ricardo Albino

Há sete anos, escolhi o tema mídia e cidadania como objeto de estudo da minha monografia de conclusão do curso de jornalismo. Hoje, depois de dividir experiências de vida todas as semanas aqui no Tudo Bem Ser Diferente e de poder participar de um programa ao vivo na TV falando de superação, tive a noção do tamanho da nossa responsabilidade no amplo processo de inclusão. Agora sei, exatamente, a grandeza que uma palavra, um gesto ou sentimento positivo são capazes de produzir na vida de alguém.

Muitas pessoas elogiaram a maneira como nós falamos do assunto na TV. Posso garantir que foi fácil tentar passar recados simples, mas ainda complicados para a maioria entender. Tem gente brincando que estou ficando famoso. Amigo, se a fama trouxer todos os dias, frases como: “aprendi muito com você” serei um quase famoso feliz. Não pretendo dar autógrafos nas ruas. Quero apenas escrever na consciência e no coração de cada um, a importância de dizer sim as oportunidades positivas.

Espero, em um futuro próximo, não precisar ouvir, por exemplo, que fomos mostrar que somos normais. Normal, todo mundo é. Anormal, às vezes também é preciso ser. Não permita que alguém lhe compare dizendo que o outro é melhor que você. Somos todos iguais nas diferenças e quando o mundo entender que tudo bem ser diferente, a realidade será melhor.

Ricardo Albino, jornalista, Coluna Sobre Rodas / Tudo Bem Ser Diferentericjornalista@hotmail.com / http:// HYPERLINK “http://ricardo-albino.blogspot.com.br

As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade do colunista.

Anúncios