Ser diferente é fashion, Mariana Silva

Ser Diferente é Fashion - 2111As imagens que falam

Pessoal, já contei para vocês que faço MBA em Direção Criativa de Moda? Pois então, faço esse curso para me especializar em moda e, um dia, ser uma grande jornalista desse segmento. Enquanto não existe um imposto para sonhos, a gente segue sonhando. Voltando ao raciocínio, nessa pós-graduação conheci uma pessoa super especial, diferente como eu, mas com aptidões e limitações diferentes; o Wallison Manzoli.

Meu novo amigo é surdo e, para acompanhar as aulas, está sempre acompanhado por uma intérprete que traduz todo o conteúdo ministrado para a Libra, a libra brasileira de sinais. Wallison se formou em Design de Moda e, para entender melhor como o mercado funciona, resolveu se aprofundar ainda mais nos assuntos fashions.

Ele gosta de fazer pesquisas de tendências – entender como as pessoas se interessam por determinados modelos e cores em detrimento de outros – e de desenhar belos vestidos; modelos com personalidade e originalidade. O interesse por moda sempre esteve presente, acompanhado pelo amor ás artes plásticas, como pintura e desenho.

Quando pedi para deixar um recado para os leitores aqui da coluna, veja só o que Wallison disse: “o mercado é muito competitivo, mas se você tem um dom, como o dom da moda, deve tentar. Quando você conseguir alcançar seus objetivos, vai ficar muito feliz, se sentindo muito bem. O diferente, seja qualquer tipo de diferença, não precisa de pena. Precisa de compreensão, afinal ele também é capaz de fazer o que quiser. Quem tem deficiência sabe a felicidade que existem em cada gesto, em cada olhar, em cada conquista”. Bem, acho que não preciso dizer mais nada, certo?

Mas, as imagens falam mais que mil palavras, portanto deixo vocês com um dos croquis de Wallison, os desenhos de moda que ele desenvolve.

*Mariana Silva (Idealizadora do Blog http://naoesobremoda.wordpress.com, é colaboradora de http://www.tudobemserdiferente.com. Jornalista, 24 anos, nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais. Para ela, moda é uma futilidade necessária e um fenômeno sociológico interessantíssimo; “o legal é quando fazemos a moda trabalhar a nosso favor, ficar dependente dela não faz bem”). Tem displasia Óssea, síndrome que afeta o crescimento e a resistência dos ossos de todo o corpo. Escreve Ser diferente é fashion para http://www.tudobemserdiferente.com toda quinta-feira. As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade da colunista.

Anúncios