Tina Descolada, por Marta Alencar

Marta_Alencar_2-3Minha História

“Sou uma filha da natureza:
quero pegar, sentir, tocar, ser.
E tudo isso já faz parte de um todo,
de um mistério.
Sou uma só… Sou um ser.
E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena.
Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarisse lispector)

Hoje vou contar um pouco da minha história para vocês. Costumo ilustrar a minha vinda ao mundo comparando com um episódio que pode ocorrer na natureza: era uma vez uma sementinha que estava desenvolvendo muito bem até que um dia, veio uma forte chuva acompanhada de trovões e relâmpagos. Um raio atingiu a plantinha e queimou alguns dos seus galhos e folhas. Mas o seu caule e essência continuaram vivos e fortes, permitindo assim que ela continuasse a crescer e se desenvolver, mesmo faltando alguns galhos. Cresceu, cresceu… Com muita força, renovando suas folhas a cada outono, enfeitando com suas flores a cada primavera, na certeza de que muitos frutos ainda virão…

Quer saber um pouco mais sobre a sementinha? Leia aqui um pouco dessa história. 

* Por Marta Alencar, psicóloga clinica, fotografa e empreendedora social – http://www.altaestima.org – Iedealizou a personagem Tina descolada – http://www.tinadescolada.com Assina a coluna: Tina descolada – agente de inclusão, publicada as terças feiras em http://www.tudobemserdiferente.com

** As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade da colunista.

Anúncios