Mamãe Down Up deseja feliz natal e ano novo a todos, por Ana Flávia Jacques

cartaocereja7Feliz ano novo!

Este ano de 2013 foi intenso. Na virada do ano eu ainda vivia cercada de incertezas sobre a vida do meu bebezinho de três meses. Eu olhava para a minha pituquinha e não conseguia imaginar como seria ter que entregá-la aos médicos para a cirurgia cardíaca. Naquele tempo, eu já havia submetido à vontade de Deus toda a situação, mas uma pontinha de medo ainda insistia em invadir a minha paz.

Chegou o mês de março e, exatamente no dia 11, o tão esperado momento. Enquanto a minha filha esteve hospitalizada, eu tive a prova de sua garra e de sua vontade de viver. Ao longo dos dias ela apresentava melhoras, mas uma coisa me preocupava muito: ela não sorria como antes. Não deve mesmo ser simples a dor de quem teve, literalmente, o peito rasgado. Não foi nada fácil vê-la tão pequena e tão frágil naquele hospital. Era o mesmo local em que, 24 anos antes, eu perdia uma das pessoas mais importantes da minha vida. A minha mãe de coração, a mulher que ajudou a me criar. Mesmo tendo apenas sete anos de idade quando ela partiu, até hoje me lembro da voz suave dela, do cheiro, da pele. É como se ela tivesse saído de perto de mim agora. Foi ali e volta já. Seu nome também era Maria. Minha Maria-mãe. E, coincidentemente, a perdi pelo mesmo motivo de ter o coraçãozinho dodói e no mesmo mês do ano da operação da Cerejinha. Sinto que todas essas coincidências foram providências da minha Maria-mãe, cuidando da minha Maria-filha.

O meu milagre aconteceu e, ao longo dos outros meses, mais coisas maravilhosas vieram agregar mais felicidade à minha família. Tudo para que hoje, daqui do sofá, eu mire em direção à minha filha, brincando no chão, e pense: valeu a pena! Hoje, aos 15 meses de vida, ela está boa, saudável, se desenvolve bem, é feliz e sorri tão lindamente como antes da cirurgia.

E em nome dessa felicidade e de toda a minha gratidão à Deus, à nossa família, aos amigos, a quem gosta de acompanhar a nossa história, eu desejo a todos um Natal abençoado, iluminado, de amor e união. E que em 2014 tenhamos muitos outros milagres e momentos felizes! Mais vida, bem-estar, amor ao próximo, menos preconceito contra quem tem o desenvolvimento diferente, mais inclusão social e educacional, mais informação, mais simplicidade e mais amor!

Feliz ano novo!!

Ana Flavia Jacques, jornalista e mãe de primeira viagem da Maria Fernanda, a Cerejinha Baby, uma linda e doce garotinha com síndrome de Down.

E-mail: anaflaviajacques@yahoo.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/CerejinhaBaby?ref=hl

** As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade da colunista.

Anúncios