Conheça a assistente social que desenha os próprios modelitos… detalhe: ela é cadeirante… em Ser Diferente é fashion, por Mariana Silva

Éllen 4

 

Conheça a história de Éllen Ribeiro, uma cadeirante que ama moda

 

Pessoal, vocês sabem que adoro contar minhas histórias aqui na Ser Diferente é Fashion. Mas, existe uma coisa que adoro mais ainda: contar as histórias de outras garotas que, como eu, também amam moda. Hoje apresento a vocês Éllen Ribeiro, uma assistente social de 29 anos super diva que conheci dia desses. Moradora de Hortolândia, interior de São Paulo, Éllen usa cadeira de rodas por ser portadora de Artrite Reumatoide Juvenil.

Nossa entrevistada de hoje se acha uma garota ousada, “não tenho medo das novidades, nem de ser original, gosto de fazer o que as outras pessoas não se atrevem a tentar”. Éllen é tão apaixonada por moda que, ás vezes, desenha os próprios modelitos e pede para sua costureira executar as ideias, “estou sempre em busca de novas tendências e experiências”, explica. Isso que é ousadia, não é mesmo minha gente?

Mas, Éllen não é apenas uma admiradora desse mundinho fashion. Ela também quer fazer parte dele. “Desde criança já gostava de observar as modelos na TV e nas revistas. Aí, o sonho foi crescendo e hoje, com mais vivência e sabedoria, gostaria de tentar realizar essa vontade. Mas não quero ser modelo de passarela, gostaria de ser fotografada”, explica a garota.

Por fim, a entrevistada de hoje deixa um recado lindo para todos nós: “o diferente não precisa de pena, precisa de compreensão, afinal ele também é capaz de fazer qualquer coisa. Quem tem deficiência sabe a felicidade que existe em cada gesto, em cada olhar, em cada conquista. Mergulhe no que você não conhece. Não se preocupe em entender porque viver ultrapassa qualquer entendimento”. Bom, depois desse lindo recado, não preciso falar mais nada. Deixo para vocês as palavras inspiradoras da Éllen.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

*Mariana Silva (Idealizadora do Blog http://naoesobremoda.wordpress.com, é colaboradora de www.tudobemserdiferente.com. Jornalista, 24 anos, nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais. Para ela, moda é uma futilidade necessária e um fenômeno sociológico interessantíssimo; “o legal é quando fazemos a moda trabalhar a nosso favor, ficar dependente dela não faz bem”). Tem displasia Óssea, síndrome que afeta o crescimento e a resistência dos ossos de todo o corpo. Escreve Ser diferente é fashion para www.tudobemserdiferente.com toda quinta-feira. 

 

Anúncios