Na Gandaia 3: Arte e fotografia, Sobre Rodas, por Ricardo Albino

arte 1

Quinta feira, 29 de outubro de 2014. Fui convidado para ver um trabalho  que fiz na aula de artes em uma exposição homenageando a Nobre Arte e a fotografia. O convite da Luciana, meu anjo com alma de artista, fez a minha Oktoberfest sem chopp. Para muitos, pode parecer pouco. Mas, para nós não há palavras para descrever a emoção de conferir o resultado da confiança de alguém que você admira, pintado numa folha de papel.

Naquele dia, assistimos à palestra de um fotógrafo chamado Renato. Uma fala dele chamou a minha atenção em especial. Era algo mais ou menos assim: “fotografar é a união entre olhar, coração e mente”. É exatamente assim que me sinto quanto coloco cores em um desenho, mesmo sendo arte abstrata, sem que se perceba forma definida.

No fundo, minha tela da vida é um espelho. Ou também seria uma maquina igual à utilizada por um senhor Esloveno cego que consegue mostrar ao mundo belas imagens? Com toda certeza, o botão ao ser apertado, fotografa o que vem de dentro, sem flashes ou efeitos tecnológicos. Por isso, às vezes as palavras nascem para ser a ilustração daquilo que o mundo vê, mas não tem capacidade ou vontade suficiente para interpretar. Quantos textos já não surgiram de uma foto,  de um desenho ou de uma bela imagem. É hora de um breve descanso até que o movimento da rua nos convide para novos e surpreendentes passeios. Não encontrei maneira mais colorida para terminar minha trilogia na Gandaia.

Ricardo Albino, jornalista, Coluna Sobre Rodas / Tudo Bem Ser Diferente

ricjornalista@hotmail.com / http:// HYPERLINK “http://ricardo-albino.blogspot.com.br

Fotos de arquivo pessoal

As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade do colunista.

Anúncios