Natureza Inclusiva, Sobre Rodas, por Ricardo Albino

inhotim

Algumas vezes, a vida adia por tempo indeterminado projetos e sonhos. Felizmente, a correria diária manda sinais de que é preciso parar, amar, abraçar e respirar bem fundo o ar mais puro e tranquilo que perto tiver. Há tempos, um lugar especial conhecer eu tanto queria. Porém, a falta de acessibilidade não permitia.

Demorou um pouquinho. Mas naquele lindo domingo de sol e em ótima companhia, chegou o tão esperado dia. Tio, tia, primos e eu. Brumadinho, mais ou menos uma hora da nossa capital era o novo Belo Horizonte, nosso destino final.

Inhotim lugar bonito de ver chegar. Felicidade tanta. Calmaria que a todos encanta. Natureza inclusiva pude encontrar. Estava me sentindo quase um artista global. A bordo do carrinho elétrico foi um passeio bem legal. Parei na sala onde caixas de músicas se unem afinadas formando um coral. Pena que fotos e vídeos não são permitidos dentro do local. Posso garantir que senti paz igual.

Como foi bom sair da minha cadeira e sentar no banco de madeira para ver os peixes comerem no lago grande e tão limpo que a imagem refletia como um espelho e nos provocou arrepio. Delicia estar cercado de carinho e ficar de bobeira ouvindo canto e voo de passarinho. Maravilha observar a arte e a dança retratada no mural grafitado, trabalho capaz de apaixonar de brasileiro a turma de olhos puxados.

Inhotim é enorme! Não conheci nem a metade. De verdade achei isso excelente. Afinal, voltar naquele paraíso é um presente que carrega a bateria do corpo, da alma e da mente. Inspira o cronista a rimar e voltar depois para contar o que ainda não viu em Natureza Inclusiva parte dois.

inhotim2

Ricardo Albino, jornalista, Coluna Sobre Rodas / Tudo Bem Ser Diferente

ricjornalista@hotmail.com  http://ricardo-albino.blogspot.com.br

As opiniões aqui publicadas são de responsabilidade do colunista.

Fotos: Alexandre Baião

Anúncios