Procon autua escola no Rio por cláusula que discrimina aluno com deficiência

Procon autua CEL por ‘cláusula discriminatória’

POR ANCELMO GOIS / O GLOBO

19/11/2015 13:00

O Procon Estadual autuou, ontem, o Colégio Educacional da Lagoa (CEL). É que, como saiu aqui, os pais têm que assinar um contrato de matrícula declarando que seus filhos não são portadores “de qualquer necessidade especial” e que estão cientes de que “escola não trabalha com necessidades especiais”. Segundo o Procon, a cláusula é discriminatória.
O colégio tem 15 dias úteis para apresentar a sua defesa.

Anúncios