O Tudo Bem Ser Diferente na minha vida

*Mariana Silva

Quando o Tudo Bem Ser Diferente voltou às atividades, me foi pedido um texto bacana para contribuir e voltar, também, as atividades por aqui. Naquela época eu estava bastante pilhada porque estou tentando voos mais altos no estudos. Estou concorrendo ao mestrado. (desejem-me sorte!)

Então, acabei mandando um texto já publicado para não deixar de comparecer à festa. Mas, sinto que é hora de novas reflexões então eu gostaria de falar o quanto esse blog foi importante para minha formação enquanto ser humano que possui deficiências múltiplas.

Quando eu recebi o convite para escrever a coluna “Ser Diferente É Fashion” a alguns bons anos atrás eu apenas aceitei. E não pensei muito sobre o que isso iria representar na minha vida. E, te digo, foi de longe uma das decisões impensadas mais legais que já tomei.

Trabalhar autoestima através da moda foi fundamental para meu processo de aceitação pessoal. Eu, que achava estar falando para pessoas aleatórias, no fim das contas estava falando para mim também. Eu, que acreditava estar apenas escrevendo por que me foi solicitado, escrevia porque era necessário para mim também.

Nós, pessoas com deficiência, estamos sempre começando o caminho do autoamor. A sociedade tumultua. A família tumultua. O mercado de trabalho tumultua. E, a nós, cabe seguir. Então, que sigamos com um sorriso no rosto fazendo o que for possível para espalhar nossas ideias por aí.

E que bom que o Tudo Bem Ser Diferente está de volta para contribuir ainda mais com as pautas das discussões inclusivas e sociais. Fico muito feliz por ter sido convidada, pela segunda vez, para contribuir. Acho que ainda vou falar de moda por aqui, um dos amores da minha vida de fato, mas espero poder dizer palavras mais maduras e embasadas.

Então, é hora de recomeçar a festa!

 

Mari TRESMariana é Jornalista e fashionista. Formada há cinco anos, atuou em rádio, comunicação empresarial e, atualmente, é repórter e produtora da TV Rede Minas, onde trabalha com cultura, moda e temáticas relacionadas às pessoas com deficiência. Possui deficiências congênitas que lhe garantem novas formas de ver o mundo e novas abordagens comunicacionais.


#pracegover: Mariana está no centro da foto com um sorriso enorme. Seu cabelo é curto e escuro. Ela usa brincos grandes e uma blusa branca.

Anúncios