UFMG recebe aprovados na modalidade de cotas para pessoas com deficiência.

Reportagem inicialmente produzida pela Rádio UFMG Educativa

Em 2018, pela primeira vez, a UFMG recebe candidatos aprovados na modalidade de cotas para pessoas com deficiência. No primeiro semestre, ingressam 700 candidatos, o maior contingente de estudantes com deficiência que ingressa de uma só vez nos cursos da Universidade.

Para ajudar os estudantes na trajetória universitária, a UFMG conta com o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI), responsável pela proposição, organização e coordenação de ações que assegurem as condições de acessibilidade necessárias ao ingresso, à permanência, à participação e à autonomia de pessoas com deficiência na instituição.

Nesta terça-feira, o programa Expresso 104,5, da Rádio UFMG Educativa, foi transmitido novamente do CAD 2 – local de registro acadêmico dos calouros –, onde o apresentador Filipe Sartoreto conversou com a professora Adriana Valladão, coordenadora do NAI, que falou sobre as atividades desenvolvidas pelo Núcleo.

 Ouça a conversa com Filipe Sartoreto: (click aqui para ouvir a fala da professora Adriana Valadão).

Outras informações sobre o processo podem ser obtidas no site Sisu UFMG. Informações sobre acessibilidade e inclusão podem ser consultadas no site do NAI.

Veja reportagem do Portal UFMG:

Cotistas com deficiência prometem trabalhar pela acessibilidade