Afetos públicos: como é bom viver em uma sociedade em que respeitamos todos.

Cabe todo mundo no mundo? Acreditamos que sim, ainda mais quando essa pluralidade é feita através da expressão do amor.

 

Clique na imagem abaixo para ver o vídeo.

#paratodosverem: a imagem abaixo é de duas mulheres. Elas caminham juntas e foco está nas mãos que se aproximam. Fim da descrição

Sem título