Série americana relata o cotidiano de pessoas com nanismo

Dias atrás estava zapeando pelos canais de tv e encontrei um programa que achei bem interessante, chama-se “Os pequenos Johnstons”, do Canal TLC. É um desses inúmeros reality shows /documentários/ séries que estão espalhados pela TV e que procuram contar como é o dia a dia de grupos sociais diversos. Neste caso, trata-se do dia a dia do grupo familiar Johnstons, suas alegrias, frustrações e situações ordinárias da vida. Como um bom produto de mídia, os episódios são bem produzidos e me fez ficar interessado em fazer algumas maratonas. A especificidade dos membros desse grupo familiar é que eles tem uma deficiência física conhecida com nanismo.

 

Entre os diversos grupos de pessoas com deficiência, esse é o grupo que menos convivo, tenho encontros esporádicos com algumas pessoas com nanismo, mas pouco sei sobre seu cotidiano. Essa série é pra mim, uma possibilidade para conhecer um pouco dessa experiência de vida. O eixo central de toda série é a questão da participação social dessas pessoas. Ou seja, como trabalham, namoram, dormem, vão ao médico…. pessoas com nanismo. Como elas vivem em sociedade? Como fazem para eliminar barreiras que impedem que convivam em condições de igualdade com pessoas sem nanismo?

 

Uma nota importante: a série é estadunidense, acontece na sociedade norte-americana e com valores típicos de lá, assim, é importante tomar cuidado ao achar que o que acontece lá, acontece aqui no Brasil da mesma forma.